Tabelas de Frete

Como são apurados os custos do transporte rodoviário de carga

A fórmula para apuração dos custos do transporte rodoviário de carga, segundo a FIPE, é a apresentada abaixo. Para chegar nesses valores a metodologia desenvolvida pela Fundação acompanha os custos de uma empresa virtual que foram obtidos através de uma média dos custos das empresas do setor. Essa empresa virtual é uma empresa média representativa do setor. Existe uma planilha onde constam todos os custos da empresa virtual que são agrupados segundo uma fórmula que fornece o custo total, conforme detalhado a seguir:
 

CUSTO TOTAL = CUSTO PESO + CUSTO VALOR + GRIS + IMPOSTOS
 

IMPOSTOS = percentual referente ao PIS e ao Cofins aplicado sobre o custo peso
 

GRIS = custo referente ao gerenciamento de risco que é obtido através de um percentual aplicado sobre o valor da tonelada da mercadoria transportada
 

CUSTO VALOR = custos referentes à retenção ou transferências de perdas incorridas no transporte da mercadoria que é obtido através de um percentual aplicado sobre o valor da tonelada da mercadoria transportada
 

CUSTO PESO = A + B.X + C. É o custo relacionado ao peso da mercadoria, onde:
 

A = [ ( CF / H ) . TCD ] / CAP

É o custo do tempo gasto para carregar, descarregar e esperar carga
 

B = { [ CF / ( H . V ) ] + CV } / CAP

É o custo relacionado à transferência da mercadoria que deve ser multiplicado por X, que é a distância percorrida
 

C = c . ( DAT / TEXP )

São as despesas indiretas da transportadora (despesas administrativas e de terminais).
 

onde:

CF = custo fixo (R$)

H = número de horas trabalhadas por mês (h)

TCD = tempo gasto para carregar, descarregar e esperar carga (h)

CAP = capacidade média de carga efetiva (t)

V = velocidade média do veículo (km/h)

CV = custo variável (R$/km)

DAT = despesas administrativas e de terminais (R$)

TEXP = tonelagem expedida (t)

c = coeficiente do uso de terminais
 

Essas fórmulas valem sempre, cabendo apenas algumas ressalvas:

1 - no transporte de carga lotação não cabe a aplicação da variável c pois a carga não passa pelos terminais da empresa e as despesas indiretas são chamadas apenas de despesas administrativas;

2 - na operação urbana, os custos referentes a impostos, gerenciamento de riscos, custo valor e despesas indiretas já estão computados nos custos de transferência, portanto não entram na fórmula.

Para mais informações, clique aqui>>> ou ligue 11-30512407

MENSAL
R$ 119 no boleto ou cartão
Popular
TRIMESTRAL
R$ 240 no boleto ou cartão
SEMESTRAL
R$ 450 no boleto ou cartão
ANUAL
R$ 800 no boleto ou cartão
Endereço

Rua Batataes, 391 - Sala 63
Jardim Paulista, São Paulo-SP,
Brasil - 01423-010

Telefone

(11) 3051-2407

E-mail

contato@tabelasdefrete.com.br

Tabelas de Frete © Todos os direitos reservados.